Carboxiterapia

Carboxiterapia é um tratamento que pode atuar na celulite, flacidez da pele, estrias, olheiras, gordura localizada etc. Esta técnica começou a ser utilizada nos anos 30, na França. O tratamento com carboxiterapia utiliza o anidro-carbônico, um gás atóxico, não embólico e presente no corpo humano. 

Este método é de fácil execução e provoca a melhora na aparência da celulite por meio do microcírculo vascular e do efeito lipolítico (redução de gordura). É um tratamento rápido, confortável e efetivo na grande maioria dos pacientes, que podem retornar às suas atividades imediatamente após a sessão. 
Carboxiterapia
Como funciona a carboxiterapia?

Através de injeção de CO2, de forma hipodérmica (sob a pele), diretamente nas áreas a serem tratadas, utilizando-se de um aparelho com uma agulha 30G, com 0.3mm no diâmetro. 

O dióxido de carbono acaba mecanicamente com as células de gordura, rompendo os adipócitos (células de gordura). Possui, ainda, efeito vasodilador forte nas regiões capilares da área injetada, provocando fluxo maior e mais forte do sangue na área tratada, ou seja, mais oxigênio. O resultado final é menor quantidade de adipócitos e tecido subcutâneo mais firme.

O resultado gera melhora na circulação e oxigenação dos tecidos, pois o dióxido de carbono difunde facilmente em tecidos adjacentes. Em geral, utilizam-se sessões bissemanais, num total entre 12 e 20. Um novo ciclo terapêutico é, normalmente, realizado após seis ou dez meses.  

Onde é aplicada a carboxiterapia?

Pode ser aplicada em qualquer local que apresente acúmulo de gordura ou flacidez, incluindo abdômen, coxas, glúteos, costas, braços e pescoço.

Quais são as indicações? 

As principais indicações da carboxiterapia são a arteriopatia periférica, síndrome acrocianótica, patologias que apresentam alterações do microcírculo vascular, como insuficiências venosas e úlceras dos membros inferiores; e nos acúmulos irregulares do tecido adiposo, como a lipomatose múltipla simétrica, entre outras. 

Quantas sessões são necessárias?

O número de sessões de carboxiterapia dependerá do paciente e da aplicação. Normalmente, a melhora na qualidade da pele e a redução de medidas são notadas com uma média de dez sessões, realizadas duas vezes por semana. Os resultados começam a surgir na terceira sessão.

A aplicação da carboxiterapia é dolorosa? 
 
Por apenas alguns segundos, pode-se sentir uma sensação de descolamento da pele no local da injeção devido à circulação ter sido aumentada. A temperatura no ponto da aplicação pode aumentar por dez ou 20 minutos. 

Quais as contraindicações?

Gestantes, lactantes, pacientes com doenças de pele, obesidade mórbida, infecção em membros inferiores, pessoas com rejeição a agulhas, doenças graves nos pulmões ou no coração (porque comprometem a eliminação do gás), hipertensas e anêmicas, presença de infecção no local etc.


carboxiterapia onde encontrar

Links Relacionados


Velashape 3

Velashape 3

O Velashape 3 é a mais nova atualização do aparelho estético l ....
Manthus

Manthus

O que é Manthus?   É um dos tratamentos estéticos mais eficien ....
Intradermoterapia

Intradermoterapia

Intradermoterapia ou mesoterapia é uma técnica invasiva utilizada no tipo mais grave de ce ....
Triactive Plus

Triactive Plus

Triactive Plus combate celulite, gordura localizada e flacidez, contribuindo para o rejuve ....

Comentários






Fazer Comentário/Pergunta



»










O Site Estéticas se reserva o direito de publicar os comentários deixados aqui, bem como não se responsabiliza nem assina pelos mesmos. Os dados registrados neste espaço são de total responsabilidade dos autores.

maria antonia victor de moraes
02/12/2014 às 08:56
como faço as medidas do icm. fazendo a aplicaçao de carbono em um quadrante do abdômen ou na barriga,se posso aplicar o carbox em noventa grau.

Maria do Socorro
05/09/2014 às 01:38
Gostaria desfazer uma avaliação de carboxiterapia no couro cabeludo.Quero saber os valores. Obrigada

voltar ao topo