Celulite

Os tratamentos estão ligados ao nível do problema

Os conhecidos furinhos que incomodam tanto a autoestima das mulheres são causados pelo Lipócito (nome dado à célula de gordura). Essa célula contém pequenos vacúolos de gordura distribuídos pelo seu interior, responsáveis por receber o excesso de gordura da alimentação. Com o aumento de gordura nestes vacúolos, ocorre um agrupamento, formando um grande vacúolo que ocupará toda a célula, aumentando seu tamanho.

Ao aumentar de tamanho, o tecido gorduroso comprime as veias e os vasos linfáticos, permitindo a formação de um inchaço, que pode aumentar ainda mais o volume na região. As pessoas com tendência a serem magras, apresentam menor quantidade de lipócitos quando comparadas às com tendência à obesidade. No tecido gorduroso, existem também as fibras que separam os  grupos de lipócitos.

Informações sobre o tratamento para os quatro graus da celulite

Por que as mulheres apresentam celulite e os homens não?

Acontece que nos homens, a incidência da celulite é menor devido às fibras serem mais grossas e se alinharem de forma oblíqua. Nas mulheres, no entanto, as fibras são finas e perpendiculares à pele, ligando ao tecido muscular mais  profundo.

Quando aumenta o tamanho do tecido gorduroso na mulher, ocorre a sua expansão em direção à pele e, quando o mesmo acontece no homem, as fibras resistem a este movimento e levam o tecido gorduroso em direção à profundidade, não aparecendo, portanto, as irregularidades da celulite.

Como tratar a celulite?

São vários os tipos de tratamentos da celulite, de modo que a escolha está ligada ao nível que a celulite se encontra. Nenhum dos procedimentos apresentados a seguir, no entanto, é totalmente eficaz. Podem, pois, deixar as celulites menos aparentes. A escolha do tipo de tratamento da celulite, bem como os resultados, dependerá do médico e do metabolismo de cada pessoa.

•    Drenagem linfática;

•    Eletroestimulação;

•    Eletrolipoforese;

•    Endermologia;

•    Indermoterapia;

•    Intrademoterapia;

•    Iontoforese;

•    Manthus;

•    Plataforma vibratória;

•    Radiofrequência;

•    Subcision;

•    Ultrassom;

•    Velashape.

Informações sobre o tratamento para os quatro graus de celulite

Quais os níveis da celulite?

A celulite está dividida em quatro níveis, que variam de acordo com a quantidade de lipócitos produzidos pela mulher.

Nível 1: Ocorre uma alteração das células do tecido adiposo, mas a região afetada não apresenta modificação circulatória nem dos tecidos de sustentação, apenas uma dilatação venosa. Refere-se àquelas mulheres em que só é possível perceber a celulite quando se aperta a pele, preservando uma aparência normal em outras condições. O aumento do volume das células do tecido gorduroso é pequeno e ainda não apresenta alteração dos vasos sanguíneos e dos tecidos de sustentação. Neste estágio não ocorre sensação de dor.

Nível 2: Neste estágio a celulite apresenta uma alteração circulatória por compressão das micro-veias e dos vasos linfáticos. O sangue e a linfa (líquido que banha as células) ficam detidos e, consequentemente, ocorre o aumento do volume da célula, formando o inchaço. Também ocorre um endurecimento do tecido de sustentação e é possível enxergar algumas irregularidades na pele. Ainda não há sensação de dor.

Nível 3: A celulite neste estágio apresenta o aspecto “casca de laranja”, com formação de nódulos mais profundos. A fibrose se instala e a circulação acaba comprometida, levando a mulher a sentir dor e cansaço nas pernas. Podem aparecer pequenas varizes.

Nível 4: Considerada a fase mais grave da celulite, onde as fibras encontram-se mais duras, formando nódulos aparentes. A pele apresenta depressões, aparência lustrosa, e aspecto “acolchoado”. Como a circulação está bastante comprometida, as pernas ficam pesadas, inchadas e doloridas, elevando a sensação de cansaço, mesmo sem fazer esforço.

Como prevenir a celulite?

Bons hábitos podem evitar celulites em estágios graves. Massagear braços, pernas e coxas com creme anti-celulite, em movimentos circulares; usar saltos baixos; respirar corretamente; praticar exercícios físicos; bons hábitos alimentares, beber bastante água.

tratamento para celulite velashape ii

 

 

 


Veja também:

Tratamento da celulite em Porto Alegre
Tratamento da celulite em São Paulo
Tratamento da celulite no Rio de Janeiro


Links Relacionados


Velashape II em Porto Alegre

Velashape II em Porto Alegre

Velashape II é um tratamento para celulite que combina infravermelho, radiofrequ&ec ....
Crioterapia

Crioterapia

Crioterapia é uma técnica francesa que utiliza o frio para auxiliar na perda de gordura l ....
Esfoliação Corporal - Gomagem

Esfoliação Corporal - Gomagem

O que é esfoliação corporal? É uma técnica que utiliza uma gomagem composta por microesf ....
Velashape 3 no tratamento da celulite

Velashape 3 no tratamento da celulite

O Velashape 3 pode ajudar na solução de uma dos maiores problemas esté ....

Comentários






Fazer Comentário/Pergunta



»










O Site Estéticas se reserva o direito de publicar os comentários deixados aqui, bem como não se responsabiliza nem assina pelos mesmos. Os dados registrados neste espaço são de total responsabilidade dos autores.

Maria Nunes
04/08/2014 às 16:56
Gostaria de saber se pode combina a radiofrequência,com heccus logo apos o programa hidrolipoclasia,pessoas com uma edemas bem visivel?

Resposta:Encaminhamos a pergunta para nossa equipe. Em seguida enviaremos a resposta para o seu e-mail. Abraço. - See more at: http://www.esteticas.com.br/manchasnapele.htm#sthash.XM6gwA26.dpuf

voltar ao topo